Skip to content
quinta-feira, novembro 4, 2010 / eltonokada

Gerenciando N versões de Ruby com RVM

Hoje vou falar um pouco para vocês sobre o RVM (Ruby Version Manager) que viabiliza a instalação de N versões do interpretador Ruby com suas respectivas gemsets.

Ou seja você pode desenvolver o projeto “ABC” usando o Ruby 1.8.7, com seu determinado conjunto de gems dentre elas o Rails 2.3.4, e ao mesmo tempo ter o projeto “DEF” usando o Jruby e o Rails 3.0.0, simples assim sem conflitos internos e liberdade total para o desenvolvimento.

Como faço ? Vamos lá, para quem quiser se aprofundar mais dê uma boa estudada em http://rvm.beginrescueend.com/, e para os mais ansiosos vou apresentar a receita de bolo😉

Instalando o RVM

<<(curl http://rvm.beginrescueend.com/releases/rvm-install-head)

Habilite o comando RVM, inserindo a linha abaixo no arquivo ~/.bash_profile

[[ -s “$HOME/.rvm/scripts/rvm” ]] && . “$HOME/.rvm/scripts/rvm”

Teste a instalação

rvm

Criando seu primeiro ambiente

Nesse primeiro exemplo vamos criar um ambiente com o Ruby Enterprise Edition, que é uma branch do MRI(Matz Ruby Interpreter, implementação canônica do Ruby) com uma série de patches que priorizam performance, escalabilidade, memória e etc. Para fazer isso faça o seguinte:

rvm install ree

Aguarde, pode demorar um pouco, ao final da instalação para conferir se tudo deu certo:

rvm list

Será apresentado uma lista do rubies instalados a partir do RVM

ree-1.8.7-2010.02 [ x86_64 ]

Para saber mais comandos:

rvm help

Agora que você instalou o Ruby Enterprise Edition, para usá-lo faça o seguinte:

rvm use ree

A partir de agora o Ruby executado será o Enterprise Edition, vamos instalar um gemset para nosso novo ambiente:

rvm gemset create meu-projeto

Foi criado um gemset dentro do ambiente do Ruby Enterprise Edition, e para usar

rvm gemset use meu-projeto

Pronto, instalamos o RVM, criamos um novo ambiente com o Ruby Enterprise Edition, e seu respectivo gemset, teoricamente tudo certo e para usarmos essas configurações em nosso projeto de uma maneira mais simples com um comando só, faça isso:

rvm use ree@meu-projeto

Entendeu ? informei ao RVM que quero usar o ambiente “ree” com o gemset “meu-projeto”

Quer algo mais simples ainda que garanto vai te poupar possíveis dores de cabeça ?

Crie um arquivo .rvmrc coloque na raiz do seu projeto com o seguinte conteúdo

rvm use ree@meu-projeto

BINGO !

One Comment

Deixe um comentário
  1. portiapowell42604 / abr 8 2016 10:47 am

    Hola Juan Carlos, debo tener la neurona tapada porque no encuentro la guu00eca para el trabajo grupal, du00f2nde cliqueo???ngracias, un cordial Click https://twitter.com/moooker1

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: