Skip to content
domingo, julho 12, 2009 / eltonokada

TDD x Filosofia

Numa dessas conversas casuais com minha namorada, que é formada em comunicação social, resolvi me atrever a explicar para ela o que é TDD.

Não foi necessário eu exercitar minha didática, pois assim que eu ia começar a explicar (ensaiando mentalmente algumas analogias), ela meio que definiu muito bem. Como assim ? Bom, em seu dia-dia ela é responsável pelo jornalzinho interno da empresa em que trabalha, no nosso bate bola ela me explicou suas técnicas de redação: Primeiro ela enumera os pontos que deseja alcançar (nossos testes) e depois desenvolve o texto em acordo com os pontos (código).

TDD não se resume simplesmente a fazer testes unitários de código, já vi algumas situações em que se desenvolvia o sistema e depois eram criados os testes unitários, não, isso não é TDD.

Desenvolver orientado a testes é uma filosofia de desenvolvimento, onde primeiro você define o que você quer e depois cria-se a inteligência para se alcançar o resultado.  (Lembra quando a professorinha dizia “e melhor entender do que decorar”, pois então antes de sair fazendo testes unitários em seu sistema procure entender a essência do que esta fazendo, e os reais porques disso tudo, e esse é meu interesse nesse post ;-))

Vamos la, com essa abordagem, sua aplicação fica concisa, pragmática, orientada aos reais objetivos, sem devaneios ou loucuras ou códigos monstro que tentam se aproximar o máximo possivel de uma bala de prata, aqueles em que se fica horas e horas pensando: “… mas e se daqui algum tempo precisarmos de bla bla bla….” , se cria um mecanismo ultra complexo, onde o real objetivo da aplicação se perde, e fatalmente as exceções começam a mandar na inteligência da aplicação

Além de grande interesse por tecnologia, também sou um amante da filosofia, a base do conhecimento da civilização ocidental vem dos gregos, sim, o TDD também, a essência dessa técnica vem do Crivo de Erastótenes que foi um matemático grego que viveu em 285 a.c e criou tal algoritmo para o cálculo de números primos, e na sua técnica, antes de efetuar o cálculo ele definia o que se esperava.

Já que falei um pouquinho de filosofia, caso você esteja lendo esse post certamente você é um aficcionado por tecnologia, desenvolvimento e afins. Minha sugestão é: abra a sua mente, não leia apenas blogs técnicos, livros sobre linguagens de programação a,b ou c, leia também romances, sociologia, psicologia, biografias e quantas “ias” mais você puder. Como assim ? sim, isso vai fazer com que você exercite outras área do cérebro e certamente isso ajudará você a ser um ser humano melhor😉

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: